Resenha: Roleta Russa - Jason Matthews

segunda-feira, abril 27, 2015

Roleta Russa foi um livro que eu não sabia muito bem o que esperar, mas ao contrário de várias pessoas, eu me surpreendi e adorei toda a trama criada pelo autor. Eu li há um tempo, mas só agora parei pra pensar que ele merecia uma resenha! E livros de romance policial e espionagem se tornaram meus favoritos depois desse livro!


Com a narrativa em terceira pessoa, conhecemos Nathaniel Nate, um agente da CIA que trabalha em contra-espionagem na Rússia, mas quando um erro coloca a vida de seu informante em risco, Nate é enviado para a Finlândia para salvar sua carreira, continuando sua missão de proteger Marble, o ativo russo mais importante da CIA.

Somos apresentados também a Dominika Egorova, uma jovem russa, que após a perda de seu pai, aceita a oferta de seu tio Vanya, vice-presidente do Serviço de Espionagem Russo e é recrutada pelo SVR, onde tem a missão de descobrir o nome do traidor que está passando informações confidenciais do governo russo para os Estados Unidos.


E é nesse ponto que os dois personagens se cruzam. Cada um tem sua missão e precisam proteger seus respectivos países, sem que mais nenhuma informação confidencial vaze para o inimigo. Mas é claro que o relacionamento dos dois acaba ultrapassando os limites impostos pelo único objetivo deles. Então é nesse momento que ocorrem os encontros com momentos de tensão, diálogos e ideias inteligentes.

E então, um deles passa para o outro lado, tendo o papel de agente duplo. Com diversos problemas e o relacionamento complexo dos dois, o leitor não sabe o que esperar. Muito menos os personagens sabem se tudo sairá como planejado.

Um fato interessante do livro é que em cada final de capítulo tem uma receita! Sim, uma receita (ainda não entendi a relação com a espionagem, mas tudo bem)

Esse não foi um livro fácil e rápido de se ler. É repleto de siglas russas e fatos sobre espionagem que nós, meros leitores, desconhecemos. Jason Matthews é ex-agente da CIA, então é claro que ele fala com propriedade do assunto, o que às vezes, me deixou um pouco perdida e confusa. Outro ponto que me deixou confusa foram os nomes russos (no começo eu sempre confundia os personagens, mas depois tudo fez sentido!) Mas não tenho como não elogiar a narrativa, que é ótima e a história espetacular! 

O final me deixou com um pouco de raiva do autor por ter terminado daquele jeito e eu espero que  possa ter uma continuação para esclarecer alguns pontos. Não pode terminar daquele jeito! 

Bom gente, é isso, espero que tenham se interessado pelo livro e gostado da resenha!

Leia esses também

15 comentários

Seguidores