Resenha: Eleanor & Park

terça-feira, junho 10, 2014


Ainda antes de lançarem o livro em português, eu já havia me apaixonado pela história e estava louca para ler Eleanor & Park. Assim que foi lançado no Brasil, eu saí correndo pra comprar, ler e me apaixonar mais um pouco. E aqui estou eu, meses depois, pra fazer a resenha!

A história se passa em 1986 quando Eleanor e Park se conhecem num ônibus escolar. A garota é nova no bairro e por isso sente-se deslocada ao entrar no ônibus para a nova escola, já que vira o centro das atenções por ter uma aparência diferente das outras garotas - é ruiva, com um cabelo bagunçado e usa roupas largas.
Ninguém quer se sentar com ela, até que Park, por não ter outra escolha, cede o lugar vazio ao seu lado, para Eleanor não se sentir mais humilhada do que já estava. Mas nem mesmo ele sabe por que fez isso, já que também não havia simpatizado com a garota.

“Você salvou a minha vida, ela tentou dizer. Não para sempre, não definitivamente. Provavelmente, só por certo tempo. Mas salvou minha vida, e agora eu sou sua, o que sou agora é seu. Para sempre.”


Eleanor vem de uma família grande e problemática, com quatro irmãos e um padrasto alcoólatra e que agride sua mãe. E ainda por cima, sofre bullying na escola.
Park é um garoto coreano que adora gibis. E são pelos quadrinhos e pela música (eles falam de Beatles ) que os dois acabam se aproximando.
A partir daí, eles começam a conversar, tanto no ônibus, quanto na escola e finalmente Eleanor se sente feliz com a nova amizade, que com o tempo, se torna algo maior.

“Segurar a mão de Eleanor era como segurar uma borboleta. Ou um batimento cardíaco. Como segurar algo completo, e completamente vivo.”


É Park quem ajuda e apoia Eleanor quando ela mais precisa e mostra que ela não precisa ser perfeita para se sentir amada.
É um livro que nos faz parar e refletir. A história é apaixonante e do tipo que você sorri com qualquer cena fofinha, apesar de nos deixar com o coração partido no final. Mas mesmo assim, me apaixonei pela Eleanor e seu jeito de encarar as coisas da melhor forma possível, e por Park, pelo seu jeito apaixonante, tentando sempre demonstrar seu amor pela Eleanor ♥

“Park tocava as mãos dela como se fossem algo raro e precioso, como se seus dedos estivessem intimamente conectados com o restante de seu corpo. O que é claro, era fato. Difícil explicar. Ele a fazia sentir como se ela fosse mais do que a soma de suas partes.”


A autora conseguiu nos passar uma história sincera e romântica sobre o primeiro amor sem cair na mesmice e ser melosa demais. Super recomendo o livro e espero que vocês se apaixonem por ele assim como eu ♥

Espero que tenham gostado da resenha! 
Alguém já leu ou quer ler?

xoxo

Leia esses também

13 comentários

Seguidores