O amor não tem limites

sexta-feira, novembro 01, 2013


      Nas últimas semanas passei a ler milhares de livros e fanfics. É engraçado quando você fala que lê fanfic, porque as pessoas tiram a conclusão de que é alguma história escrita da pior forma possível, quando, na verdade, não é assim. Existem meninas que escrevem essas histórias e eu fico me perguntando por que diabos elas não lançaram um livro ainda.
Mas voltando a falar sobre o que eu tenho lido, percebi que eu sou uma dessas pessoas que quando vê o amor entre duas pessoas, não importando a cor, sexo, idade ou "raça", faz de tudo pra que eles fiquem juntos. Obviamente em histórias eu não posso fazer algo, que não seja torcer, para que o final deles seja um ao lado do outro. O que não é algo extremamente agradável, já que eu me apego de uma forma tão estranha nesse casal e no amor deles, que começo a procurar tudo o que envolva os dois.
    Acho (na verdade eu tenho quase certeza) de que eu sou uma dessas pessoas que acredita no amor. E eu não falo amor verdadeiro, pois não acredito que seja possível existir amor falso. Ou você ama, ou você não ama. Pode ser que você pense que ama, mas isso não é desculpa para falar "você não é meu amor verdadeiro".  Agora, continuando sobre as minhas crenças, eu realmente acredito que Deus fez uma pessoa para outra, que cada ser humano tem seu "par", ele sendo do mesmo sexo ou não.
       É estúpido e totalmente triste ver que algumas pessoas se privam de ficar juntos pelo preconceito da sociedade. "Homem não pode ficar com Homem"; "Mulheres não podem casar com Mulheres"; "Casais homossexuais não podem adotar crianças"; "Mulheres mais velhas não deveriam namorar meninos mais novos" e esses são só o começo de diversas frases preconceituosas. Alguns não se importam com o que falam e apenas vivem o seu amor, o que, na minha visão, é o que todos deveriam fazer. Quando você se importa demais com a opinião dos que te cercam, para de viver por você e começa a viver pela opinião dos outros, buscando sempre atender as expectativas alheias e se esquecendo de um sentimento principal, que é a sua própria felicidade.
      Vou finalizar esse texto reflexivo com uma mensagem para vocês. Não importa o quanto errado pareça ser, não importa o quanto irão julgar e xingar, não importa as milhares de barreiras que vocês precisarão ultrapassar, a partir do momento em que vocês encontrarem a pessoa certa, aquela que faça todos os filmes, livros, poemas e "fanfics" fazerem sentido quando tratavam sobre o amor, não deixem ela escapar. Às vezes perdemos grandes oportunidades pelo simples medo de arriscar. E esquecemos que a vida é isso, tentativa-erro-tentativa-erro-tentativa-erro ... pelo menos mais umas 15 rodadas...depois tentativa-erro-tentativa-a coisa certa (Will&Will – Um nome, Um destino). 


Leia esses também

18 comentários

Seguidores