Resenha: Crescendo (Hush Hush)

terça-feira, janeiro 21, 2014


Oi minha gente, depois de séculos, fiz a resenha do segundo volume da saga Hush Hush. Eu sei que demorou, mas eu estava querendo fazer um vídeo, como no primeiro, mas não consegui e acabei esquecendo. Porém, aqui estou eu, e espero que gostem da resenha!

O post pode conter spoilers do primeiro livro 
(se você não viu a resenha de Sussurro, assista aqui)


No segundo livro da saga, Nora está ainda mais apaixonada por seu anjo da guarda, o lindo, sexy e maravilhoso, Patch. Mas quando as coisas finalmente se ajeitam, tudo começa a dar errado. Patch está distante de Nora e ela logo percebe que tem algo errado, e que Patch está escondendo alguma coisa dela. E ao que tudo indica, ele está saindo com sua arqui-inimiga, Marcie Miller.

Bem então, eu queria estar o mais próxima dele que podia. Eu não queria que ele se fosse nunca. Eu precisava dele na minha vida agora, e amanhã, e depois de amanhã. Eu precisava dele como nunca precisei de ninguém.


É então que Nora reencontra Scott, um amigo da família que voltou para a cidade com sua mãe. (Assim como Nora, também fiquei muito intrigada com os segredos que Scott esconde).

Ao notar o afastamento de Patch, Nora toma a decisão de terminar o namoro e tentar afastá-lo de sua vida para sempre. Patch já havia se apaixonado outra vez, o que levou à consequências catastróficas, por isso tenta ficar o mais longe de Nora, e apenas protegê-la como seu anjo da guarda, porque sabe que se os arcanjos souberem que ele está apaixonado por Nora, podem puní-lo, o mandando para o inferno, literalmente. (risos)

Eu ri, mas logo minha expressão ficou séria. Mesmo com considerável concentração, eu mal podia me lembrar de como tinha sido a vida sem Patch. (...) Talvez porque aquelas lembranças perdiam a importância diante de Patch. Ou talvez porque não houvesse nada de bom nelas. 


Confesso que fiquei com muita raiva do Patch pelo seu jeito estranho e frio, e também de Nora, por se meter em confusões demais.

Com seu mundo de cabeça para baixo, Nora tenta encontrar as respostas que tanto enchem sua mente. Ela começa a se questionar sobre as reais intenções de Scott e sua ligação com os nefilins, e o que Patch tem em em comum com a morte de seu pai.

Uma vez que você conhece a luz, nunca mais vai voltar para a escuridão.


A escrita flui muito bem e eu fiquei mais apaixonada pela saga, pelo fato da autora colocar tantas incógnitas no nosso mísero cérebro. O livro inteiro a gente fica na dúvida se Scott é o vilão ou o mocinho, e se o melhor amigo de Patch, Rixon, é tão bom quanto ele mostra ser. O enredo é ótimo, e eu sofri junto com a Nora, e no final quase gritei por ter acabado numa parte tão... bam! (Espero que tenham entendido meu desespero por causa do final do livro!)

Qualquer felicidade, não importando o quanto ela fosse breve, parecia melhor do que essa tortura longa e fervendo lentamente de acordar dia após dia, sabendo que eu nunca poderia tê-lo. 

O livro é perfeito e eu recomendo a todos! (embora eu tenha tido vontade de matar muita gente) ♥

Leia esses também

14 comentários

Seguidores